| cruzilia.com | Site Oficial da Cidade

  • Aumentar tamanho da fonte
  • Tamanho da fonte padrão
  • Diminuir tamanho da fonte
vida

Projeto "Eu Amo a Vida Saudável"

E-mail Imprimir PDF

PROJETO “EU AMO A VIDA SAUDÁVEL”

TEMA:  Por uma vida sem o uso de drogas
PUBLICO ALVO:  Alunos do 9º ano
RESPONSÁVEIS: Professora de Ensino Religioso, Sargento Andrade, Psicóloga Maria Magalhães, coordenadora da saúde mental e SOESP
PARTICIPAÇÃO: Professores do 9º ano e direção da Escola.
CARACTERIZAÇÃO DO PROBLEMA: Promover trabalho conjunto com secretária de saúde, Polícia Militar representada pelo sargento, Ambulatório de Saúde Mental, Poder Judiciário representado pelo Juiz, médico e psicólogo.
JUSTIFICATIVA: Sabemos que a busca pelo uso da droga é por vezes a busca pelo transcender-se, uma busca pelo alto que o jovem faz pelo incerto. Muitas vezes não consegue experienciar outra alternativa para superar limites e problemas.

OBJETIVO GERAL
Conscientizar os alunos que uma vida saudável é possível e os possíveis riscos do uso de substancias químicas.

OBJETIVO ESPECÍFICO
1.    Apontar caminhos alternativos de superação dos limites e dificuldades.
2.    Enumerar danos concretos à saúde física, psíquica e social do jovem com o uso de substância química;
3.    Valorizar a religiosidade como ponto positivo na superação da dependência.

RECURSOS HUMANOS
1.    Sargento Andrade, Polícia Militar,
2.    Maria das Graças Maciel de Arantes, Professora de Ensino Religioso,
3.    Ana Izabel, SOESP da Escola Estadual São Sebastião,
4.    Cristiane, Secretaria de Saúde,
5.    Maria Magalhães, Psicóloga,
6.    Antônio José, Médico,
7.    Ana Maciel, Coordenação do Ambulatório de Saúde Mental,
8.    Sr. Fernando, representando AA,
9.    Padre Deon,
10.    Maria do Socorro, Secretaria de Assistência Social,
11.    Camilo José, Direção da escola,
12.    Conselho Tutelar,
13.    Vereadores,
14.    Professores de Matemática, História, Ciência,  Português e Arte.

AÇÕES E DISTRIBUIÇÃO DAS AÇÕES
- Coordenação e assessoria do projeto:  Sargento Andrade, Psicólogas Maria das Graças e Maria Magalhães e enfermeira Ana Maciel.
- Parceria e ações conjuntas.

META
- Ampliar equipe e projetos comunitários para prevenção ao uso de drogas.

CRONOGRAMA
Dia 01/08: Montagem do projeto. Gracinha, Sargento e Psicóloga Maria.
De 30/08 a 03/09: Filme “Escritores da liberdade” enfocando a leitura e a escola como forma de sublimação da energia negativa e utilização da energia positiva de forma construtiva pessoal e socialmente.
De 06/09 a 10/09: Estudo pelo método Filosófico da música “Gente” de Raul Seixas abordando a questão do desejo humano no uso de substancias químicas.
Dia 13/09 a 17/09: Estudo de texto “As drogas nas culturas humanas”, integrado com História.
Dia 27/09 às 13hs no salão da escola: Mesa redonda com participação em parcerias com profissionais da comunidade (psicólogo e médico), liderança religiosa, militar e da saúde pública. Cada profissional, dentro de sua área, abordará as implicações do uso de drogas por parte da juventude. O pároco e a religiosidade; a psicóloga e a relação do uso de drogas com a saúde mental; a polícia militar, o juiz e as leis; o médico com a saúde clínica da pessoa; a Secretaria de Saúde e os danos à Saúde Pública e a professora de Ensino Religioso que coordenará o projeto enfatizando a relação da religiosidade na prevenção e tratamento da dependência química.
De 28/09 a 01/10: Apresentação em horário-aula das substâncias químicas bem como os seus efeitos psicológicos e sociais. Concomitantemente nas aulas de matemática será realizada uma pesquisa e análise estatística do uso de drogas na comunidade.
De 04/10 a 08/10: Apresentação produzida pelos alunos em aula.
De 11/10 a 15/10: Montagem de cartazes e mural para amostragem com o professor de Artes. Concomitantemente concurso de poesias com a professora de Português.
De 18/10 a 22/10: Estudos de casos e texto abordando religiosidade e drogas.
De24/10 a 28/10: Elaboração de relatório escrito com apreciação das atividades realizadas.

AVALIAÇÃO
1.    Leitura e análise dos relatórios.
2.    Feed back dos alunos.

SUGESTÕES PARA EFICÁCIA DO PROJETO
1.    Organizar local e acolhida.
2.    Utilizar recursos de mídia e multimídia.
3.    Sensibilizar comunidade escolar.
4.    Dar seguimento às atividades na busca de prevenção ao uso abusivo de substâncias químicas.
5.    Alunos deverão providenciar uma lembrancinha aos participantes da mesa em agradecimento.
6.    SOESP auxiliará organizando com outros professores o translado da sala para a participação dos alunos.
7.    Será solicitado à Fátima, vice-diretora que providencie um lanche de acolhida aos participantes.

 


Contato

Adsense


Banner

Busca

Compartilhe!